Portugueses internacionalizam plataforma que ensina crianças a programar

Portugueses internacionalizam plataforma que ensina crianças a programar

ubbu é o novo nome da <Academia de Código_Júnior> e já chegou a 1 milhão de crianças em todo o mundo.

É hoje apresentada na Bett - a maior conferência do mundo para a tecnologia na educação a decorrer em Londres, a “ubbu”, a antiga <Academia de Código_Júnior>, agora com um universo mais alargado e com parceiros mundiais de peso como a Microsoft e a JP.IK - os maiores fornecedores de software e hardware para educação, que estão a distribuir o produto em todo o mundo.

Depois de ter chegado a mais de 60 mil alunos portugueses em 2018, as escolas de todo o mundo já se podem inscrever em www.ubbu.io, e assim preparar as crianças para o futuro digital. Esta é a missão da ubbu, para ver aqui no vídeo de apresentação.

Esta plataforma de ensino de programação é desenhada para crianças do primeiro e segundo ciclo. O currículo da ubbu, prevê aulas semanais de 1 hora, adaptadas ano a ano (dos 6 aos 12 anos de idade) e materializam-se em vídeos animados, jogos interativos e exercícios que estimulam o pensamento lógico, computacional e a resolução de problemas, utilizando uma linguagem própria e fácil de perceber por crianças. O contexto de cada aula, implica sempre temas que vão ao encontro dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU como Educação de Qualidade, Erradicação da Pobreza, Igualdade de Género e Ação Climática.

Estamos a crescer no mercado português desde 2015. Durante estes anos, temos trabalhado lado a lado com professores e alunos para afinar o produto e construir algo espetacular. Agora, com a plataforma online já reconhecida e utilizada em todo o país, queremos fazer chegar o ensino da programação a tantas crianças quanto possível, sempre com vista ao máximo impacto social positivo. Acreditamos que temos a marca e os parceiros certos para esta missão.” sublinha João Magalhães, CEO e co-fundador da <Academia de Código_>.

A startup portuguesa conquistou a Microsoft, o “Global Partner for Education” da ubbu que recomenda a plataforma para o ensino de programação e assegura a distribuição mundial do produto, chegando este ano a 1 milhão de alunos em todo o mundo. Para além de Portugal a ubbu já tem acordos com Estados Unidos, África do Sul, Espanha, Holanda, Noruega, Cabo Verde, Colômbia e Brasil.

A acrescer à parceria com a Microsoft, a JP.IK - a distribuidora portuguesa de produtos para educação, líder no hardware para educação primária no mundo, terá também uma versão offline da ubbu, disponível em todos os seus produtos, para que a usabilidade da plataforma seja garantida em todas as salas de aula do mundo.

Jorge Sá Couto, Chairman da JP.IK acrescenta que “Apostar na literacia digital assume-se um mecanismo essencial de inclusão através do conhecimento. A pensar nos grandes projetos de integração das TIC na Educação e, mais concretamente, nos países em desenvolvimento - onde a conectividade à Internet é rara ou, até mesmo inexistente -, contar com a ubbu num formato offline revela-se uma excelente oportunidade.”

Apresentação da ubbu

O lançamento da marca aconteceu hoje no primeiro dia da Bett, a feira que junta toda a comunidade global de educação, e estará a ser apresentada até dia 26 de janeiro na ExCel, em Londres. A conferência conta com mais de 800 empresas líderes da indústria e mais de 100 startups com soluções para Edtech. Esperam-se 34 000 participantes no evento.

No dia 12 de Fevereiro em Seattle, será a vez de junto dos parceiros para a educação da Microsoft, ser apresentada a nova marca e lançado o roadmap dos próximos 5 anos.


Já há um bot a recrutar na Internet, e foi feito por portugueses

Já há um bot a recrutar na Internet, e foi feito por portugueses

Startup Lisboa abre inscrições para nova edição do Launch In Lisbon

Startup Lisboa abre inscrições para nova edição do Launch In Lisbon