Startup Lisboa abre concurso para o edifício de coliving do Hub Criativo do Beato

Startup Lisboa abre concurso para o edifício de coliving do Hub Criativo do Beato

A Startup Lisboa, entidade gestora do Hub Criativo do Beato (HCB), está à procura de propostas para a área de coliving (alojamento residencial partilhado) do espaço e abre hoje o processo de seleção para encontrar o operador/promotor que apresente o melhor projeto. A data limite para a manifestação de interesse é dia 30 de Junho e as propostas deverão ser entregues até 8 de setembro.

O espaço a concurso é um edifício histórico da antiga Fábrica da Manutenção Militar, com cerca de 4.200 m2 de área, designado por Edifício do Relógio/Antigo Convento, onde a incubadora pretende a instalação de um projeto de habitação partilhada, para utilização temporária de curta ou média duração, vedado a fins turísticos e alojamento local.

A proposta poderá incluir unidades de alojamento com tipologias diferentes e áreas com as características e equipamentos necessários à utilização comum dos residentes, bem como a prestação de serviços acessórios ou conexos para apoio de uma comunidade de inovação e criatividade.

 

O concurso

A cedência de espaço prevê que o investimento de requalificação, implementação e gestão dos espaços seja da total responsabilidade do promotor, sendo que o investimento elegível será amortizado na renda mensal. A cedência de utilização tem a duração de 20 anos, renovando-se automaticamente pelo prazo de 5 anos até ao limite máximo de 30 anos.

O concurso divide-se em várias fases: quem pretender apresentar uma proposta deverá formalizar uma manifestação de interesse; Após o período de entrega de propostas é feita uma primeira avaliação das candidaturas, com base na adequabilidade e cumprimento dos critérios de seleção previamente estabelecidos; As melhores propostas serão chamadas a fazer uma apresentação presencial ao júri. O júri será constituído por Miguel Fontes (Diretor Executivo da Startup Lisboa); por Isabel Guerreiro (Câmara Municipal de Lisboa); por Miguel Santo Amaro (empreendedor e founder da UNIPLACES); por Fernando Mendes (empreendedor e founder do Cowork Lisboa); por Inês Lobo (Arquiteta); por Nuno Dantas Melo (empreendedor e founder da MUSA) e ainda por Bernardo Trindade (administrador hoteleiro).

Após esta sessão de apresentação, será selecionada a proposta vencedora, passando então à fase de negociação.

O objetivo é que o projeto do operador/promotor escolhido esteja em funcionamento até ao final de 2020.

Os critérios de avaliação das propostas serão a qualidade do projeto, o preço ao cliente, a valorização do património e o perfil dos promotores.

Os interessados poderão obter toda a informação relativa ao processo de seleção em https://www.startuplisboa.com/hcb-coliving-solicitacao.

 

SOBRE A STARTUP LISBOA A Startup Lisboa é uma incubadora de empresas, sediada na Baixa de Lisboa e que conta actualmente com dois edifícios históricos reabilitados com espaços de trabalho para acolher empreendedores e startups nas áreas de tecnologia, comércio e turismo, e uma residência para empreendedores (Casa Startup Lisboa). Nasceu da vontade dos cidadãos, ao ter sido uma das ideias mais votadas no Orçamento Participativo de Lisboa, uma iniciativa do Município de Lisboa. Inaugurada em 2012, é uma associação privada sem fins lucrativos que conta com três entidades fundadoras: Câmara Municipal de Lisboa, IAPMEI e Montepio.

Redes Sociais da Startup Lisboa: Facebook + Twitter + Instagram + LinkedIn

Para mais informações consultar: startuplisboa.com

 

Para mais informações e imagens, por favor contacte:
Sara Diniz
T: +351 918 425 547
E: sara.diniz@doctorspinpr.com

JNation levou a Coimbra estrelas mundiais da programação e contou com mais de 1000 participantes

JNation levou a Coimbra estrelas mundiais da programação e contou com mais de 1000 participantes

Demo Day da Startup Lisboa apresenta  startups incubadas à comunidade  empreendedora e a investidores

Demo Day da Startup Lisboa apresenta startups incubadas à comunidade empreendedora e a investidores